HIIT e Emagrecimento: Como Fazer?

 

HIIT e Emagrecimento

HIIT e emagrecimento: como fazer? – Exercícios – A treinadora física Gigi Kaupe, pós graduada em Fisiologia do Exercício, escreveu este post para o Comida de Verdade, para te mostrar como funciona.

HIIt e emagrecimento – Primeiro, entenda o que é HIIT
Se você já está cansado de saber o que é, pule para a próxima parte!

HIIT é um método de treinamento que ganhou fama entre o público leigo recentemente por algumas pesquisas que apontaram que o exercício aeróbio parece não ser eficiente para perda de peso (1,2) e que o treinamento intervalado parece ser superior ou pelo menos igual para a saúde por diversos marcadores (3,4,5).

Já é conhecido há décadas dos treinadores físicos, que utilizam treinamentos intervalados ao longo do planejamento do atleta.

A sigla em inglês significa “treinamento intervalado de alta intensidade” e consiste em treinos de pouca duração, com picos de esforço máximo seguidos de descanso.

A intensidade desses picos deve chegar próxima a 95-100% da sua frequência cardíaca máxima e o tempo de descanso e número de séries irá variar de acordo com a capacidade e objetivos do praticante.

Leia também:

Nutricionista de Harvard Explica Porque Devemos Comer Gordura

Perda de Peso Em Uma Rotina Matinal de 20 minutos

Água Com Limão Pela Manhã Traz 7 Benefícios à Saúde

Por que HIIT ajuda a emagrecer?

Apesar de no “momento” do treino estarmos queimando glicogênio (a forma como a glicose é armazenada nos músculos e no fígado) devido à alta intensidade, treinos intensos são capazes de promover estímulos importantes para o emagrecimento, desejo de quase todo mundo!

Esse método pode melhorar a resposta hormonal e manter a taxa metabólica mais alta após a sessão de treino.

Sim, é isso mesmo: você emagrece mesmo após o treino!

A gordura corporal será utilizada no período de recuperação para repor esse glicogênio, e então, resumidamente, o emagrecimento ocorre.

“Ouvi dizer que HIIT é perigoso” – será que é isso mesmo?
Ao contrário do que o senso comum poderia pensar, treinos intensos parecem não ser perigosos para o sistema cardiovascular e contribuem para a saúde do coração e do endotélio (a camada interna dos vasos) (3,6). Dessa forma, podem fazer parte de um programa de treinamento para saúde, inclusive para cardiopatas (com orientação de um educador físico).

OK, HIIT ajuda a emagrecer e não é perigoso. Mas como faço?
Existem vários protocolos diferentes de HIIT e este método pode ser aplicado em diversas modalidades esportivas.

Podemos fazer treinos intervalados com corrida, ciclismo, corda naval e movimentos de calistenia (com o peso do próprio corpo).

Apesar de realmente ser eficiente treinar dessa forma, qualquer que seja o método, deve ser planejado e trocado com frequência, para gerar novos estímulos para o organismo.

Não há evolução se você fizer sempre o mesmo treino.

No final deste post, te contarei quais os protocolos de treinamento para você entender como funciona na prática.

E as lesões: devo tomar cuidado?
Algumas lesões são mais causadas pelo volume de treino, outras pelo movimento feito de forma errada. A incidência de lesões de volume pode diminuir se você faz HIIT, porque o volume de treino é menor (7).

Um ponto que deve ser levado em conta é a qualidade do gesto motor. Ou seja, se o movimento é feito de forma ideal, alinhada e eficiente.

Pessoas que já foram atletas ou que praticaram exercício por mais tempo na vida tendem a realizar os movimentos mais corretamente, enquanto que sedentários ou pouco ativos precisam de muito mais tempo para isso. Aprendizagem motora leva tempo e é frequentemente negligenciada.

Não há evidência de que treinar dessa forma aumente consideravelmente as lesões, mas um gesto motor mal executado sim. E quando aumentamos a intensidade, a tendência é perdermos qualidade de movimento, principalmente em iniciantes e intermediários de qualquer prática esportiva.

Mesmo em movimentos básicos como a corrida, uma biomecânica de movimento ruim pode levar à lesões (e leva mesmo!).

Não perca horas na academia
O HIIT é capaz de convencer quem não quer “perder” tempo na academia e realmente, tem muitas vantagens metabólicas e práticas.

Mas não se iluda, treinar durante 15 minutos não irá compensar suas 10 horas sentado. Mas isso é assunto para um outro post.

Protocolos mais comuns: Como treinar HIIT?
Você pode optar por um dos protocolos abaixo e executar cada série usando diferentes meios, como corrida, ciclismo/bike, escada, elíptico, corda naval ou ainda fazendo burpees, saltos e polichinelos, por exemplo!

Treinar dessa forma não substitui um bom planejamento e periodização do treinamento, mas pode lhe ajudar a atingir seus objetivos.

Gibala

3 min aquecimento + 8 à 12 séries (1 min FORTE + 1 min 15 seg LEVE)

3 min aquecimento + 10 séries (1 min MODERADO + 1 min LEVE)

Timmons

3 séries (20 seg FORTE + 2 min LEVE)

Tabata

8 séries (20 seg FORTE + 10 seg LEVE)

3 thoughts on “HIIT e Emagrecimento: Como Fazer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *